Saindo da Toca

image

Ouvi muito meus familiares gritarem “Sai da toca, Alice!” para que eu saísse de meu escuro esconderijo de super-heroína (vulgo meu quarto), chamavam para ver alguma visita, mostrar-me algo de meu interesse, lhes fazer companhia.
E agora, de dentro da toca, ou fora dela, escrevo esse blog, com assuntos simples e singulares do dia a dia, sobre música, sobre livros, sobre filmes, sobre o que vier na cabeça.

● Quem sou eu?
Me chamo Alice de Andrade (sim, desse tamanho mesmo sem tirar nem por) tenho 16 anos, agora no momento que escrevo, no agora enquanto você lê, não sei que idade tenho. Gosto de rabiscar, gosto de escrever asneiras, gosto de fotografar, e nada disso é definitivo ou profissional. Sou uma atual indecisa de faculdade, e futura profissional de ainda-não-sei-o-que.

● Minha experiência com blogs.
Minha experiência na blogsfera não é nem de longa nem curta data, pois, até então, não havia criado um blog definitivo, e minhas páginas estavam em constante mutação, talvez o Blogger seja culpa disso, uma plataforma muito utilizada, muito facilitada, mas pouco “profissional” (apesar de não estar buscando profissionalismo). Logo, optei pelo wordpress, e foi amor a primeira vista. Simples fluído, e com certeza, mais levado a sério, pois há uma infinidade de ótimos blogs no blogger, veja bem, não digo o contrário, mas há muito mais blogs largados ao vento e quase que diários dentro dessa plataforma.

● Qual a proposta do “Sai da Toca”?
Entretenimento. Meu, seu, quase uma música de fim de ano da globo, de quem quiser, de quem vier. Sem um nicho, ou assunto principal definido, será um blog simples, mas de qualidade.

Anúncios